Controlando a ansiedade com neuro-linguística? É possível?

E como conseguir isso com 3 passos simples.

Algumas vezes nossa mente parece uma guerra civil interna.
Eu costumo dizer que é como se existisse uma insatisfação dentro de nós que as vezes mal percebemos. Mas ela está sempre ali dando as caras.
Já sentiu algo assim?

Vivemos em um mundo potencialmente ansioso onde podemos acabar tendo:

  • medo das coisas darem errado;
  • sensação de nervosismo ou agitação;
  • vontade de evitar certas situações;
  • respiração rápida ou fraqueza física sem motivos aparentes;
  • e podemos ter dificuldade para se concentrar em alguns momentos também.

Os sintomas para a ansiedade são diversos.

Projetamos um futuro que ainda não aconteceu e nos preocupamos excessivamente com ele. E distorcemostudo isso. Esses são alguns dos significados que podemos dar para a palavra ansiedade.

Mas, a ansiedade é sempre ruim? Como a Programação Neuro-Lingüística pode auxiliar a controlar estes incômodos? É o que explicarei em 3 passos simples de seguir e que você poderá aplicar facilmente.

Níveis de ansiedade

Um fato é que todos nós possuímos a tal da ansiedade em algum nível. E de certa forma é bom ter ela. Mas calma, como assim é bom ter ansiedade?

Imagina a seguinte situação:

“Um vendedor chega em você e na eminência de fechar um contrato de alto valor ele lhe diz que ficará tudo bem. Desde claro, que assine esse cheque aqui rapidamente.”

Você já deve ter passado por algo parecido assim.

Este é um exemplo que olhar e projetar o futuro é uma boa ideia para não fazer uma decisão precipitada. Mas não precisamos viver em todas as situações com ansiedade.

E ela normalmente nos prejudica bastante:

  • tira o sono;
  • causa preocupação;
  • afeta nosso corpo;
  • entre outros sintomas.

Ela é um “estado emocional”. Afeta nosso humor com muita facilidade.

Seria bom alterar o estado de ansiedade para algo diferente? Talvez de calma ou controle? É aí que entra a neuro-linguística.

Com ela você pode amenizar os sintomas de uma maneira bem simples e rápida como veremos nos três passos a seguir.

1º — Vendo o filme que estamos projetando na mente

Imagine-se como se estivesse assistindo um filme. Neste filme está passando a situação que te gera ansiedade. Pode ser alguma coisa que está te preocupando e você já percebeu que não há muito o que se fazer. Mas ela continua na sua cabeça e não para de gritar.

Normalmente você pode criar com facilidade o que te incomoda na sua tela mental. Não se preocupe se não conseguir ver nada com clareza.
Talvez você possa sentir. A ansiedade é muito associada com as sensações que temos.

Faça este exercício: projete a situação que te gera ansiedade em uma tela na sua frente. Imagine mesmo, com todos os detalhes.

Mas, se é um filme, qual cor ele teria?

2º — Alterando as cores do seu filme mental

Verifique quais cores o seu filme possui:

  • Ele é colorido ou preto e branco?
  • É nítido ou fosco?
  • As pessoas no filme parecem ser grandes ou pequenas?

Dependendo de como você enxerga a situação na sua mente ela gera uma sensação diferente. Alterar as cores, tamanhos e sons no filme mental ajudam a amenizar as sensações que temos.

Procure se lembrar de um momento em que se sentia muito bem. Quais eram as cores, brilhos e sons desta cena? Deixe a cena do filme que criou no passo 1 com estas mesmas características.

Imagine um controle na sua mão (pode usar até o celular, se ficar mais fácil) e ajuste as cores, o brilho e o tamanhodas pessoas e cenas no seu filme.

Ao fazer isso, automaticamente suas sensações sobre o filme também mudarão. Se quiser, pode alterar os sonspara vozes engraçadas também.

E onde você poderia fazer este exercício?

3 º— Relaxe

Todo este procedimento pode ser feito em um ambiente calmo ou barulhento. Na sua sala de casa ou no meio do metrô em horário de pico.

O ponto chave é o que você imagina sobre a cena. Tudo está na sua mente. O lugarpouco importa para ser sincero.

Quando éramos crianças brincávamos direto com a imaginação. Criávamos vários contextos em nossas cabeças. Porque perdemos isso?

Procure relaxar enquanto faz o exercício com o filme. Perceba que sua respiração naturalmente vai começar a se acalmar. E se divirta no processo.

hipnose pode ajudar a conseguir este relaxamento também. Procure aqui na internet áudios sobre relaxamento progressivo. Eles costumam ajudar a acalmar e produzir boas sensações.

Concluindo ( + um resumo )

Com estes três passos você certamente terá bons resultados. É claro, este é um complemento aos exercícios, tempos de descanso, etc. que são recomendados em vários lugares normalmente.

O segredo é notar quando ela chega e passar a modificar o estado emocional com estas técnicas simples que apresentei.

Resumidamente elas são:

  • crie a imagem do seu filme ( a situação que gera ansiedade);
  • modifique as cores, tamanhos e sons deste filme;
  • relaxe enquanto faz isso. respire. observe.

Dependendo do grau da ansiedade e se ela é muito frequente, o auxílio médico e terapêutico é altamente recomendado. Costuma facilitar o processo. Conheça aqui neste link alguns tipos de ansiedade e os seus tratamentos tradicionais.

A ansiedade costuma parecer como uma prisão. Uma prisão que parece ter somente um caminho. Mas podemos sair desta prisão e ter mais alternativas para seguir. E consequentemente nos preocuparmos menos.

Altere a forma como você vê o filme! Faça o teste e me conte os resultados!

PS: para maiores detalhes ou mesmo tirar dúvidas sobre PNL, hipnose e como tudo isso pode ajudar nos seus problemas específicos, entre emcontato.

Um forte 4braço!

fontes:
https://www.themavencircle.com/managing-anxiety-with-nlp/
http://www.transformations.net.nz/trancescript/nlp-and-the-treatment-of-anxiety.html