Hipnose funciona mesmo?

Hipnose funciona mesmo?

 

Sabia que a hipnose esta mais presente na sua vida do que você imagina? Se você ainda acha que a hipnose é algo mistico ou sobrenatural ou até mesmo que ela não existe, prepare-se para compreender finalmente o que a hipnose realmente é e em que ela pode te ajudar. Venha comigo!

 

Estados naturais de concentração

Primeiramente eu preciso te dizer uma coisa. Você provavelmente esta em algum estado hipnótico neste exato momento. Só por ter concentração lendo este artigo e imaginando algo na sua cabeça já podemos chamar de hipnose. Em um nível leve, claro.

Temos diversos exemplos onde estes estados de concentração estão presentes em nossas vidas. E tudo isso é considerado hipnose. Veja alguns exemplos abaixo:

  • Vendo um filme no cinema ou em casa e se emocionando com os personagens;
  • Ouvindo uma música e se lembrando de algum momento feliz da sua vida;
  • Se lembrando de momentos nostálgicos enquanto conversa com amigos em um bar;
  • Se recordando neste exato momento da sua última refeição. Ou penúltima.

Tudo isso é considerado hipnose em maior ou menor grau. Ela é nada mais é do que concentração focada em algo. E esta concentração quando bem utilizada pode modificar como você se sente ou se comporta, mas já chegamos lá. Um passo de cada vez.

Primeiro, como estamos falando de concentração e da mente, precisamos definir um importante conceito didático. Um conceito que ajuda a explicar melhor como nossa mente funciona. O conceito de consciente e subconsciente. Me acompanhe.

 

A divisão consciente e subconsciente

Paulo Vaz - Hipnose Clinica

A famosa associação com o iceberg.

Um contemporâneo de Freud ( criador da psicanálise ), o psiquiatra francês Pierre Janet utilizou o termo subconsciente pela primeira vez por volta de 1890. Ele utilizou o termo para descrever os conteúdos que ficam em um nível abaixo do consciente. Irei explicar:

  • Consciente = Nossa mente racional, analítica, que diferencia e dá nome as coisas que vemos. É mais ou menos a parte da sua mente que esta lendo este artigo agora.
  • Subconsciente = Nossa mente automática. Responsável por manter nossos órgãos e respiração funcionando sem precisar que a gente pense nisso. Responsável pelos seus hábitos também e todas aquelas coisas que acontecem com você de forma automática. Aquelas que você gosta e as que não gosta.

Esta divisão ajuda a entender melhor como a mente funciona separando ela em duas: A forma racional e a forma automática.

Devemos fazer um breve parêntese no uso do termo subconsciente.

 

Inconsciente ou Subconsciente?

Freud utilizou este termo por algum tempo e depois o substituiu pelo sinônimo “inconsciente”, que basicamente quer dizer a mesma coisa.

Nos artigos escritos aqui iremos utilizar a linha do hipnoterapeuta inglês David Glenn que separa o inconsciente e subconsciente da seguinte forma:

  • Inconsciente: quando a pessoa perde a consciência, ou seja apaga e fica inconsciente;
  • Subconsciente: um nível abaixo e mais profundo de consciência, onde estão os nossos comportamentos automáticos.

Neste caso a palavra subconsciente fica mais adequada quando falamos de um estado mais profundo de consciente. Porém a grafia das duas palavras esta correta e é bem aceita atualmente.

Voltando ao nosso tema, o subconsciente cuida de toda a parte automática da nossa mente. Cuida dos nossos hábitos, das nossas preferências, das nossas habilidades. E cuida também de todas as partes automáticas relacionadas as nossas emoções: medos, ansiedades, depressões.

Talvez neste momento algumas idéias de como o subconsciente funciona em você comecem a fazer sentido. Ela pode te ajudar a destravar e ressignificar diversas dificuldades que você pode estar enfrentando.

Vamos entender como surgiu o termo hipnose e algumas aplicações da hipnose como ferramenta.

 

A hipnose e o sono

Paulo Vaz - Hipnose Clínica

Afinal, eu durmo durante uma sessão de hipnose?

O termo hipnose surgiu com o médico e pesquisar britânico James Braid. Ele associou os estados de concentração focada ao sono e por isso deu o nome de hipnose ( Hipnos é um Deus grego do sono). Porém, logo em seguida ele percebeu que a hipnose nada tinha a ver com o sono, mas o termo já estava largamente difundido na sociedade. E é assim até hoje. Existem muitos mitos ao redor da hipnose até então. 

O que chamamos de hipnose é a capacidade de concentração focada em algo. Com o apoio de um bom hipnólogo você pode focar sua atenção em si e trabalhar de forma terapêutica obtendo resultados muito bons ( há uma pesquisa realizada pelo Dr. Alfred Barrios sobre a eficácia em tratamentos com hipnose ).

Essa concentração focada e induzida conduz a diversos benefícios, como controle mental e emocional, capacidade aumentada de concentração, relaxamento, auto conhecimento e diversos outros.

Mas sabemos que a hipnose não ficou famosa somente com o campo terapêutico, e que foi utilizada para outros fins também como veremos a seguir.

 

A popularidade da Hipnose como entretenimento

Após a criação do termo hipnose e a descoberta de se trabalhar com estes estados de concentração focada, muitas pessoas se interessaram nas técnicas. E utilizaram elas para entretenimento. Certamente você já viu algo na TV parecido com isso: uma pessoa comendo uma cebola achando que é uma maçã. A hipnose de entretenimento ficou muito famosa por muitos anos e foi muito associada aos mágicos que utilizam ela.

Devemos claro levar em conta que a hipnose não é apenas isso. Em uma sessão de hipnose este tipo de prática não acontece, ficando ela restrita ao palco dos hipnotistas que fazem o seu trabalho.

Resumindo, a hipnose é uma ferramenta versátil que pode se adaptar a diversos contextos, seja no palco de entretenimento, seja resolvendo problemas de ansiedade de uma pessoa. E neste último campo, entra a hipnoterapia.

 

O ponto alto da hipnose – a hipnoterapia sob medida

Paulo Vaz - Hipnose Clínica

A chegada da terapia sob medida

Milton Erickson foi um psiquiatra que trouxe um grande avanço para o uso da Hipnose Clínica. Ele trouxe a terapia sob medida para nós pela sua forma de trabalhar com os seus clientes.

A terapia sob medida tem a sua base no seguinte pressuposto dito por Erickson:

Todo sintoma é uma tentativa de solução!

É exatamente neste ponto que entra a hipnoterapia com foco na evolução da pessoa e feita sob medida. E ela tem contribuído com imensos resultados para quem se permite utiliza-la.

Ela te permite acessar o seu subconsciente de uma forma relaxada e tranquila, tranquilizando a mente e permitindo a mudança acontecer de forma natural. Com prática é possível ter grandes avanços com problemas como ansiedade, medos, fobias, depressão entre outros.

Concluindo, você viu que a hipnose é um estado natural de concentração focada, que pode ser usada para diversos fins. E que esta concentração focada te permite resolver diversas dificuldades que estão “automáticas” na sua vida.

Iremos abordar algumas técnicas aqui em breve para te ajudar. Me acompanhe!